28 de jan de 2014

♡ Todo Dia por David Levithan

Antes de tudo: 28 dias e nenhuma resenha postada. Sei que isso é muito ruim, mas tenho uma boa explicação! Não estava nem um pouco contente com as outras resenhas, percebi a falta de informação/conteúdo na maioria, e aproveitando a vinda de 2014 resolvi reestruturar as mesmas. 


Título: Todo Dia
Páginas: 280
Editora: Galera
Autor(a): David Levithan

"Todo dia" faz parte da lista de livros com resenhas atrasadas. Li há um tempinho atrás e por isso a história não está tão "fresca" na minha mente (Um dos problemas em deixar tudo para depois). Mesmo assim posso afirmar que ele se tornou um dos meus favoritos! A história me parece ser bem original pois nunca li ou assisti nada parecido. O meu interesse no livro começou após ler tantas críticas boas, e por isso iniciei a minha leitura cheia de expectativas (O que pode ser bem ruim), mas acabei me surpreendendo mesmo assim. O enredo é envolvente e, caramba! Que livro. Que final.


O protagonista, "A", acorda todo dia em um corpo diferente. A única coisa que sabe sobre isso é que se ele/ela está com 16 anos, sempre irá para um corpo com a mesma idade. "A" pode ser mulher ou homem... Mas nada disso importa. A primeira coisa que "A" precisa fazer é descobrir como se adaptar ao novo corpo e a partir daí, poder levar a vida do seu "hospedeiro" da maneira mais normal e cotidiana possível, sem que ninguém perceba nada. "A" sempre foi assim, mas nem sempre soube que era diferente... Nunca entendeu o porquê de ter que mudar de "vida" todos os dias, e nunca ter a sua própria. Com a idade passou a compreender que era melhor passar despercebido. Até que um dia ele/ela acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada Rhiannon, e bum! Se apaixona por ela. "A" já havia se apaixonado anteriormente, mas nunca de uma forma tão intensa. E é aí que ele/ela começa a procurar formas de vê-la todos os dias... A regra (Estipulada por ele/ela mesmo) de nunca "modificar" a rotina de um corpo é quebrada, "A" começa a ignorar o fato de que seus hospedeiros possuem responsabilidades próprias, e a cada corpo novo ele/ela saí em busca de Rhian. Obviamente "A" encontra inúmeros problemas pelo caminho... 


Acho meu único problema com o livro foi relacionado aos personagens. Algumas atitudes tomadas por "A" me irritaram profundamente, mas nada comparado com a minha vontade de "matar" a Rhiannon. Aliás, acho que todos os personagens acabaram me "incomodando" um pouquinho. Não sei dizer exatamente o porquê do meu preconceito com a Rhian, mas talvez o principal motivo seja o fato de ela ter sido uma idiota em relação ao seu namoro furada com o Justin. E foi exatamente por isso que eu avaliei o livro no Skoob como 4 estrelas. Ainda é um dos meus favoritos, mas tenho que ser sincera quando a isso. 


O livro está em 1ª pessoa, ou seja, nós temos a visão de "A" sobre tudo. Gostei da forma de como ele foi divido, onde cada capitulo é um novo dia e todos eles levam uma contagem que, imagino eu, represente quantos dias "A" já viveu. 


Sou apaixonada pelo trabalho feito pela Editora Galera... Não tenho nenhuma reclamação sobre. O tamanho da fonte é bom e o espaçamento também. A capa é de se encantar! Mas a coisa que mais me chama atenção é a lombada.



Onde comprei: Submarino


G, J.