22 de fev de 2014

♡ Os Dentes da Delicadeza por Everton Behenck


























Título: Os Dentes da Delicadeza
Páginas: 75
Editora: Não Editora
Autor: Everton Behenck

Este é um livro de poemas, sim, lindos poemas... Comecei assim: fechei os olhos e o abri em qualquer página. Não me arrependi. Os poemas tratam de sentimentos carregados de delicadeza. Na orelha do livro, Fabrício Carpinejar disse "é o primeiro livro de poesia que leio sem dicionário", e é a mais pura verdade. Não precisei decifrar o que estava escrito, só sentir. Gostei tanto das poesias de Everton Behenck que procurei por mais livros, mas acho que esse é o único dele, então acabei achando o seu blog  Apesar do Céu


"Esse verso
Me custa
A luta diária
Para arrancar da palavra
O gosto 
Que não conheço"


"Gosto tanto
Do que é subterrâneo
Essas coisas
Que se encontra cavando fundo
Mais fundo
Tão fundo
Outro adentro"


Curti muito esse livro, cada dia leio uma poesia, e às vezes leio a mesma mais de uma vez, só para ter certeza que entendi direito. Outras vezes leio novamente e mudo de opinião e sentimento sobre o que o poeta quis dizer. Enfim, era isso. 

"Não quero fraturar o futuro quando escrevo" (Everton Behenck)



V, M.