30 de mar de 2014

♡ Paris Apaixonada por Eloisa James


Recebi a versão ePub de Paris Apaixonada em parceria com a Editora LeYa. Eu nunca havia lido um livro digital até então e num primeiro momento eu fiquei meio receosa, achei que isso pudesse afetar a minha leitura e pesar na minha opinião final sobre o livro. Não sei se foi a escrita da Eloisa James que ajudou, mas acabei tendo uma ótima experiência e li todas as 212 páginas em poucos dias. Tenho apenas UMA reclamação a fazer: "Como assim publicar esse livro primeiro?" Depois eu explico isso melhor para vocês! 


Paris Apaixonada trata-se de um livro de memórias, então antes de falar sobre ele é bom conhecermos melhor a autora: Eloisa James além de escritora (Premiada) de romances é também uma professora de Literatura Inglesa, vive com o marido (Diga-se de passagem que ele é um genuíno cavaleiro italiano) e os 2 filhos (Luca e Anna, que na época em que o livro foi escrito eram, respectivamente, adolescente e quase pré-adolescente) em New Jersey (EUA). 

O relato do livro inicia em 2007, quando Eloisa recebeu um diagnóstico de câncer 2 semanas depois de sua mãe (Também escritora) falecer da mesma doença. Se tratando de um câncer de mama, e felizmente em estágio inicial, ela apenas teve de retirar uma das mamas e mais tarde fazer uma "reconstituição" É assim que se fala? evitando ter que passar pela quimioterapia. Mas, o choque da notícia e o medo que ela sentiu até o momento da cirurgia a fizeram repensar na vida, assim, ela e o marido, Alessandro, decidiram tirar um ano sabático (Ano que a pessoa fica sem trabalhar) e passá-lo em Paris. Sem esperar muito, eles venderam o apartamento, carro e móveis, e se foram em direção a Cidade Luz. O único entre os 4 que falava francês era Alessandro, o que se tornaria um problema, principalmente para as crianças que não podiam deixar de frequentar a escola. 

Durante toda a sua estadia lá, E. James publicava diariamente notas em seu Facebook/Twitter, onde contava sobre seu dia-a-dia, e foram essas mesmas notas que mais tarde se tornaram o livro. 


O livro é basicamente composto por pequenos parágrafos, onde em cada um deles nós encontramos diferentes situações vividas por Eloisa e sua família. Ele é também dividido em capítulos. Minha única reclamação é referente a tradução, não sei se isso aconteceu somente com a edição digital, mas o livro tem inúmeros erros ortográficos, alguns que inclusive te fazem ter que ler mais de uma vez para compreender. Foi uma coisa que me incomodou bastante porque parece que não houve nenhum tipo de cuidado relacionado a isso.


Quem nunca teve contato com um livro de crônicas pode acabar estranhando, mas não deixe isso afetar sua leitura. Paris Apaixonada é uma obra válida e recomendada na minha opinião. A personalidade da autora é cativante! E dei boas risadas com a Anna. Ah, e se você pretende viajar para Paris, é bom que leia também, pois é possível encontrar várias dicas e informações legais. 


A primeira coisa que fiz quando terminei a leitura foi procurar por outros livros da autora, mais especificamente os que ela citou. Adivinhem o tamanho da minha decepção ao descobrir que a editora não publicou mais nada dela aqui no Brasil? Apenas esperando, viu editora LeYa? 






G, J.